Buscar
  • Carolyne F

Não espere por pessoas perfeitas,

elas não existem.


É fácil amar as pessoas quando a julgamos merecedoras. Amar sem motivos pela simples razão de amá-las é raro. Amá-las com suas qualidades e defeitos, não desistir delas. Compreender suas imperfeições. Permitir-se ser uma pessoa melhor e que o outro também se torne uma pessoa melhor. Ter a paciência necessária para conviver com as diferenças e superar as adversidades. É tão mais fácil desistir na primeira dificuldade. É tão mais fácil dizer que não dá certo quando o outro não age do jeito que tu queres. É tão mais fácil cair fora quando se é contrariado a tentar desatar o nó do que está te incomodando com uma conversa, com o tempo, com a convivência, vencendo a incompreensão e o egoísmo. É tão mais fácil abrir mão da parceria, da cumplicidade, do perdão, de crescer juntos... por que é difícil, dói, machuca, cansa, tem muitos perrengues... Se têm momentos que a gente não se suporta, imagina o outro? Dar as mãos e caminhar juntos é complexo e não é para qualquer um. Não espere um mar de calmarias, por que nada na vida se resume a isso. Enfrentamos sempre momentos de fortes turbulências, eles são necessários para nosso crescimento, seja para viver sozinhos e/ou em coletividade. Não fique esperando pessoas perfeitas, elas não existem. Não fique esperando pessoas que não erram, não decepcionam e não machucam. Em algum momento, por mais que a pessoa te ame, pode ser que ela erre e falhe contigo... e vice-versa. Goste de pessoas que te digam a verdade, ela machuca, mas é a verdade. Goste de pessoas que se mostrem, elas tem qualidades e defeitos, elas são honestas. Goste de pessoas que te peçam perdão, elas tem a humildade de reconhecer que erraram. E, por fim, entenda que o amor não é algo inalcançável. Ele às vezes está tão perto mas tu que te recusas a aceitá-lo como ele vem. Não fique idealizando, prefira o amor com todos seus defeitos e dificuldades a um amor perfeito e sem problemas. O amor ideal, aquele onde as pessoas não erram, não se machucam, não tem defeitos, sempre tem as respostas certas, não tem contas para pagar, não brigam, não pegam engarrafamento, não enfrentam filas, não ficam sem grana, enfim, esse amor de comercial de margarina ou de filme clichê não tem nada a ver com o amor da vida real.


Carolyne Ferso


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Adíos

2021 Carol @mywisdomapplied